Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2017

Triste fado

Luísa cruza as mãos. Sentou-se na cadeira em frente à minha, o mais distante possível e evita olhar-me nos olhos sempre que pode, fixando o seu olhar no chão do gabinete.

Veio acompanhada. As cadeiras ao seu lado são ocupadas pelo marido, também ele desempregado, e a filha deficiente. Sou eu contra dois pais sem emprego, uma filha doente e alguém que me tenta convencer que o seu sonho é ser mulher a dias, que nunca ambicionou mais que isso.

Questiono se é por não ser possivel, ou por não ambicionares mais para ti. As minhas mãos cruzam-se, baixo os olhos e fixo o olhar no vidro da secretária.

Eu - Então fica combinado quando tivermos uma tarefa para si ligamos e vem cá ter.
Ela- Se conseguir, venho.
Eu - Não tem transporte próximo de casa?
Ela- Tenho, posso é não ter dinheiro para o bilhete do autocarro

Um nó aloja-se-me na garganta. Um nó que não desce. Engulo em seco. Fixamos os nossos olhares as nossas próprias mãos. As minhas mãos são suaves, as dela ásperas e calosas.

Aperto de mãos e não consigo dizer mais do que "Vou ver o que consigo fazer por si".

Publicado por Lynce às 17:55

link do post | comentar | favorito (3)
16 comentários:
De Blogadinha a 12 de Janeiro de 2017 às 18:29
Fizeste-me lembrar aquela máxima: "primeiro fazemos o que podemos e só depois o que queremos".

Custa-me a crer que uma família se apresente em peso quando o cenário é expectativa para um deles e que um deles se questione quando a realidade é cenário de peso para bem de todos...!

Eu na minha (eterna) inocência.

Subscrevo todavia essa murraça no estômago: quando verdade, custa só de ouvir, sim. Parabéns pela partilha e sorte à senhora! :)
De Lynce a 13 de Janeiro de 2017 às 16:53
Também achei estranho a presença da família, mas pensei que talvez me quisessem sensibilizar...

Mas é fodido...um gajo fica sem reacção!
De Blogadinha a 14 de Janeiro de 2017 às 17:53
Desconfiança generalizada é mau: pelos muitos que se aproveitam, pagam outros tantos que precisam verdadeiramente. A intenção que relatas é óbvia, estranho para mim é recusar de antemão o que foi lá à procura - uma alternativa para melhor!

De Lynce a 22 de Janeiro de 2017 às 17:22
Provavelmente à procura de mais um emprego.
Acho que conseguiu...
De Genny a 12 de Janeiro de 2017 às 21:50
E aquela sensação de pouco ou nada podemos fazer com efeitos imediatos, dói...
De Lynce a 13 de Janeiro de 2017 às 16:55
Sabes Genny?! Também há pessoas que a miséria não é assim tanta, que nos tentam ludibriar...
De Cidália Ferreira a 12 de Janeiro de 2017 às 23:49
Primeiro ao olhar para o texto sem ler, pensei que fosse mais um dos teus textos com sentido de humor, nos quais gosto. Porém, quando li a última frase, os meus olhos saltam ao inicio e li duas vezes com atenção. Sabes, fiquei emocionada. Quase me revi...
Lembrei-me da minha neta (diferente). Quanto sofrimento existe nesse casal que, precisam urgentemente de ajuda.

Só quem tem crianças diferentes sabem o sofrimento que é para conseguir superar tudo. Deus sabe o que faz, mas, escusavam de sofrer tanto, Quando uns bandalhos doo estado ganham balúrdios e não fazem a ponta de um corno.

Um casal desempregado é doloroso, e mais ainda com crianças a encargo. Em portugal apenas dá para os corruptos.

Acredito piamente que tentar fazer alguma coisa para ajudar. Gostava de saber esse "desfeche".

Agora desculpa o longo comentário. porque só eu sei o que é ter apenas um ordenado de 680€ e um uma menor de 8 anos ao encargo. é duro, porque sou velha para trabalhar (53 anos) desculpa Jorge.

Um beijinho.
De Lynce a 13 de Janeiro de 2017 às 16:59
Somos um dos países europeus a ter maiores desigualdades na distribuição dos rendimentos. É lamentável!
De Sophysticada a 13 de Janeiro de 2017 às 09:37
Kerido,

Por essas e por outras q sou apaixonada pelo seu blog.

Bjosss
De Lynce a 13 de Janeiro de 2017 às 17:01
Obrigado, Sophy!

:)))
De Corvo a 13 de Janeiro de 2017 às 12:56
É um excelente rapaz e uma pessoa de bem.
No que estiver ao seu alcance, faça o que puder.
abraço.
De Lynce a 13 de Janeiro de 2017 às 17:02
A decisão final não é minha, mas vou influenciar...
De Nay a 13 de Janeiro de 2017 às 14:20
São tantos assim Lynce...demais :(
De Lynce a 13 de Janeiro de 2017 às 17:04
Complicado, de facto...no que toca a entrevistas, tenho um azar do caralho...
De Ana Freire a 15 de Janeiro de 2017 às 18:17
Talvez o marido tivesse ficado desempregado há pouco tempo, e ainda não estivesse à vontade, para tomar conta da filha deficiente... ou vinha também espreitar se aí onde trabalhas, haveria alguma funçãozita para ele...
Não é um fado... é a vida de muitas pessoas... que de repente dá uma volta de 180 graus, por vários motivos e circunstâncias e da qual, ninguém está livre...
Se a senhora tem as mãos calejadas, é a melhor das confirmações de que realmente é uma mulher de trabalho!
Unhas de gel... é que não seria de todo um bom cartão de apresentação... para ninguém... que me faz confusão como é que as pessoas fazem alguma coisa de jeito na vida, com os dedos cheios de cola e plástico... mas calculo que dêem jeito para coçar qualquer coisa...
Beijinhos
Ana
De Lynce a 22 de Janeiro de 2017 às 17:18
Ela já cá está, a trabalhar. Quando a ele, vou ver o que posso fazer...

Comentar post

Mais sobre mim

Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
28
29
30

Pesquisar

 

Utilidade Pública

Casa Fernando Pessoa
Ilustração Portugueza
Postais Antigos
Restos de Colecção

Blogolândia

A Desarrumada
A Gaffe das Avenidas
À esquina da Tecla
Miúda com Pêlo na Venta
A Vida de Diana
Alice Alfazema
Ana de Amsterdam
Art and Kits
As Redacções do Gui
Blogadinha dos Virtuais
Cafuné - Ella
Chic'Ana
Chover no Molhado
Coisas de uma Vida
Desabafos da Mula
Digitais da Alma
Dona-Redonda- Gábi
Estúpido Aluga-se
Golimix
Histórias de Mim
Lírio Selvagem
Moonlight
Mundo de Frida
Mundo Pink Poison
Nascer na Praia
Nem mais nem Menos
Noname
O da Inês
Os meus Idealismos
Pedacinhos de Mim
Percepções - Clau
Quarentona
Renascer aos 40
Retalhos de Sonhos
Rumo a Ti
Tempo Contado
Sobretudo Cansaço
Terrorismo nas Palavras

Fotoblogues

Elma Carneiro
Existe um Olhar
FlorBytes
Olhar em tons de Flash
Olhares em tons de Maresia

Pausa para Feminices

Brilhos da Moda
Ina - The Blog

Arte e Misticismo

Artes - Elma Carneiro
Ponderável
Universo Racionalista

Paraíso do Pecado

E Deus criou a Mulher
Pecado Original

Sacrilégios

Dark
Delírios de Amor e Sexo
Eróticas e Femininas
Metamorfose de um Desejo
Paloma
Prazeres e Carinhos Sexuais
Trilhos do Lobo
Transpondo_Nus

Favoritos

A Gaffe a escaldar

Livro: Receitas de Amor p...

conversas de rua

One Smile a Day com.. as ...

Coisitas parvas #12

Descansar...

Sintam o novo som do Carl...

Maneiras que é isto

Viver...

O da Inês foi destaque

Arquivos

Observadores



Dias Online
blogs SAPO

subscrever feeds